Aprenda a sonhar

Por Sergio Chaia

sonhar-grande

Sim, isso exige disciplina e processos

Será que sonhar pequeno e sonhar grande dá o mesmo trabalho? Essa foi a pergunta feita por Karina em uma palestra que fiz nessa semana em São Paulo. Pensei bem antes de dizer alguma coisa, pois a pergunta – adaptada de um dos ensinamentos de Jorge Paulo Lemann – pode até perecer fácil de responder.

Mas não é, na verdade. Mexer com sonhos é assunto sério. Falo isso por experiência própria. Já tive sonhos frustados. Realizei outros. E sei bem os sentimentos que cada um deles traz, seja qual for o final da história.

 

A primeira parte da resposta que dei a Karina é que sonhar é difícil. Quando sonhamos, costumamos interiorizar esse sonho. Correr atrás dele significa, antes de tudo, conviver com nossos medos, nossas inseguranças e até mesmo com nossa autoestima.

Esse processo de acessar os nossos lados escuros nem sempre é fácil e leve. Quando não realizamos o sonho, nós sentimos frustrados por ter sucumbido às dificuldades. E mesmo quando o tornamos realidade, haverá cicatrizes desse enfrentamento interno.

Ouve-se com frequência: “consegui, sim, realizar o sonho,  mas o custo emocional foi grande”.

Claro que, no caso vitorioso, o esforço será sempre recompensado. Mas o caminho até lá é igualmente tortuoso.

Sonhar, portanto, é difícil e dá trabalho. Dito isso, vem a segunda parte da resposta a Karina: sim, sonhar pequeno e sonhar grande tem o mesmo grau de dificuldade.

O ponto central, contudo, não é sonhar, mas sim realizar os sonhos. E isso deve ser feito com processos. Exercite, primeiro, as habilidades de planejamento e  desenvolvimento de competências técnicas e emocionais.

Divida o sonho em etapas e comemore a conquista  de cada uma delas. Isto lhe dará confiança, matéria-prima fundamental para pavimentar o caminho até a realização do sonho. Acredito que praticar a capacidade de realizar sonhos, nos habilita a sonhar mais e mais alto.

É o ciclo virtuoso. Vale para as ambições profissionais. Vale para as aspirações pessoais.

Sonhar é difícil. Sonhar dá trabalho. Sonhar exige prática, dedicação , compromisso  e capacitação intensa. Mas sonhar é sempre muito bom. Tente pensar em como seria sua vida sem sonhos – dos pequenos aos grandes.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/colunas/Ja-pensou/noticia/2016/04/aprenda-sonhar.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *